5 de agosto de 2014

A Casa Cor do RS já começou e a Nomedeiro teve a grande honra de ser convidada pela arquiteta Hellen Zanoletti Firmino e o designer Renato Cesar Ferrari para compor alguns detalhes personalizados no ambiente Home Chef.
Fotos: Eduardo Liotti
Mas, assim como muitos, nós também gostaríamos de saber como aproveitar melhor nossa visita à Casa Cor. O que deve ser observado? Quais ideias podemos aproveitar para nossas próprias casas? Hellen, nossa arquiteta preferida desta edição da Casa Cor, fez um texto bem bacana com dicas imperdíveis!Olha só:


A maior mostra de arquitetura e decoração do Estado estará aberta à visitação de 29 de julho a 28 de setembro de 2014. E como aproveitar a visitação sem deixar escapar nenhum detalhe? Se você atua na área, está recebendo um imóvel, deseja fazer uma reforma ou simplesmente gosta do tema, preste atenção nessas dicas:



Ao chegar ao local, observe bem a fachada, pois foi projetada por um profissional e este ano tem como tema a sustentabilidade.


Visite a bilheteria, que, criada especialmente para atender com funcionalidade ao visitante, também faz parte do circuito. (Ano passado, eu e o Arquiteto Daniel Moraes projetamos, construímos e ambientamos a bilheteria da mostra;
Fique atento à indicação do fluxo de visitação do evento, a fim de não deixar de visitar algum ambiente. A Casa Cor deste ano traz quatro casas divinamente ambientadas.

Em se tratando dos ambientes, preste atenção no teto, nas texturas, nas cores das paredes (há a indicação da cor da tinta Renner, parceira da mostra, utilizada), na iluminação, na disposição do mobiliário, nos detalhes e funcionalidade dos móveis, nas tonalidades e acabamentos dos mesmos, nos móveis soltos, nos adornos, no piso, no tapete, no som e imagem, nos equipamentos e suas tecnologias, nas inovações que os ambientes possam ter, nas obras de arte, na vegetação, no cheiro (muitos espaços possuem perfumes personalizados), enfim, até nos pequenos detalhes.


Perceba todo o espaço com uma visão geral. Tente perceber qual a intenção principal do profissional e que tipo de impacto ele quis causar em você, o visitante. Os espaços foram criados para você, afinal, e causar algum tipo de sensação em você é um ponto fundamental do projeto.
Faça essa observação em cada ambiente, a fim de, no final, decidir qual o encantou mais.



Observe quem é o profissional de cada ambiente e qual sua formação.



Uma vez que em cada espaço há um quadro de agradecimento, atente para a foto que foi tirada do ambiente ANTES da intervenção e veja a diferença. Nele também constam os nomes dos apoiadores, que foram muito importantes para a produção do ambiente.


Por fim, se o ambiente possuir um bloco de recados e se você tiver interesse, deixe uma nota.



Se puder, leve uma revista da mostra, adquirida junto do ingresso na bilheteria ou nos pontos de venda durante a mostra.
Uma observação importante: Os espaços externos e funcionais (sanitários, restaurante, café, loja, lounge, etc.) também foram especialmente projetados e fazem parte do circuito.

Relaxe, observe e absorva! Boa visitação.




Texto: Arq. Hellen Zanoletti Firmino - Ambiente 34 - Home Chef
Fotos: Eduardo Liotti







Nenhum comentário:

Postar um comentário